Brasileiras perdem final do Mundial para as campeãs olímpicas

UolMay e Walsh comemoram o título mundial conquistado em Berlim, na Alemanha

May e Walsh comemoram o título mundial conquistado em Berlim, na Alemanha

As brasileiras Juliana e Larissa não foram páreo para as campeãs olímpicas Misty May e Kerri Walsh. Neste sábado, as norte-americanas conquistaram o título do Campeonato Mundial feminino de vôlei de praia, em Berlim, ao derrotarem a dupla do Brasil na decisão pelo placar de 2 sets a 0, com um duplo 21-17.

May e Walsh comemoram o título mundial conquistado em Berlim, na Alemanha
Líderes do Circuito Mundial, Juliana e Larissa chegaram à decisão de forma invicta. Mas a dupla norte-americana mostrou porque é considerada a melhor equipe do mundo. Em nenhum momento May e Walsh deram chance para as brasileiras na partida.

"Todo jogo contra dupla brasileira é difícil", disse a campeã May. Agora, nos confrontos entre Brasil e Estados Unidos em finais de etapa do Circuito, as norte-americanas têm a vantagem de 34 vitórias e 25 derrotas.

Mesmo com a derrota na final, Juliana e Larissa mantêm a liderança do Circuito Mundial (a competição em Berlim também faz parte do Circuito). Em cinco etapas, foram três títulos e dois vice-campeonatos.

May e Walsh, que não perdem um jogo desde 2003, começaram a disputar o Circuito Mundial só agora, pois deram preferência ao Campeonato Norte-Americano.

A dupla americana, formada em 2001, tem uma marca incrível de 186 vitórias e apenas 27 derrotas. A invencibilidade de May e Walsh ultrapassa 50 jogos.

Bronze
Na disputa do terceiro lugar, as chinesas Tian Jia e Wang Fei venceram as cubanas Dalixia Fernandez Grasset e Tamara Larrea Peraza Cuba por 2 sets a 0 (21-13 e 21-17) e ficaram com a medalha de bronze.

Na sexta-feira, Wang Fei sentiu uma contusão na coxa e abandonou o jogo contra May e Walsh nas semifinais finais, quando a partida estava empatada em 1 a 1.

Neste sábado, apesar da contratura, ela entrou em quadra e ajudou a companheira a bater as cubanas para ficar com a medalha de bronze, a primeira de uma dupla chinesa na história do Mundial.

"Ontem, eu fiquei muito brava em ter que parar de disputar a partida contra as norte-americanas. Hoje, eu quis ganhar essa medalha de bronze. Todos os médicos me disseram para não jogar, mas eu quis jogar", falou Wang Fei.

Fonte: Uol

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *