Procissão do mastro em União arrasta dez mil fiéis pelas ruas da cidade

Valderi Melo/ArquivoO mastro é erguido em frente ao pátio da Igreja Matriz de União dos Palmares

O mastro é erguido em frente ao pátio da Igreja Matriz de União dos Palmares

Mais de dez mil pessoas, segundo estimativa da Polícia Militar, participaram domingo, 15, da procissão do mastro da bandeira de Santa Maria Madalena, padroeira de União dos Palmares, uma tradição que se repete a mais de 170 anos. A procissão tem como ponto de partida a Rua do Castelo, uma das entradas da cidade e percorre um trecho de quase três km até o pátio da Igreja Matriz, onde o mastro, que este ano teve quase 20m de cumprimento, é erguido pelos fiéis.

Antes de chegar ao pátio da igreja a procissão passa por diversas ruas, entre elas a Tavares Bastos, Avenida Monsenhor Clóvis Duarte, Presciliano Sarmento. O mastro é carregado pelos homens nos ombros como forma de penitência. O que se ver na procissão é um misto de fé e devoção por parte dos palmarinos a sua padroeira Santa Maria Madalena.

São velhos, jovens, crianças e adolescentes que acompanham todo o trajeto a pé, a cavalo, carroça, bicicleta e motos. O que chama a atenção é que em alguns casos, os pagadores de promessa acompanham a procissão com pedaços de tijolos na cabeça para agradecer algumas graças alcançadas.

Algumas pessoas acompanham a festa durante mais de sessenta anos, como é o caso da senhora Maria da Penha Santos, de 66 anos, moradora do sítio Cavaco. Ela disse que desde os seis anos de idade era levada por seus pais para acompanhar a procissão, tradição que vem mantendo até hoje.

Segundo dona Maria da Penha, mãe de oito filhos e avó de 12 netos, até enquanto for viva não deixará de acompanhar a procissão. “É uma coisa linda, que já passei pra meus filhos e netos”, disse. Pela previsão da PM, este ano a procissão teve um público maior em torno de três mil pessoas. Entre os acompanhantes da procissão estavam o prefeito José Pedrosa (PTB) e o deputado estadual Nelito Gomes de Barros (PFL). Os dois estavam montados em cavalos.

Uma tradição de 171 anos

A festa de Santa Maria Madalena, que este ano está em sua 171ª edição, é maior festa religiosa da Zona da Mata de Alagoas. As comemorações acontecem no período de 23 de janeiro a 2 de fevereiro, quando acontece a procissão da imagem de Santa Maria Madalena pelas ruas da cidade. No dia 23, acontece à procissão luminosa da bandeira de Santa Maria Madalena, saindo da casa paroquial na rua do mesmo nome e logo depois a bandeira é hasteada no mastro.
No dia seguinte é iniciada a novena e os shows artísticos. Durante os intervalos dos shows, acontecem grandes bingos. A festa conta também com parque de diversões. No dia 1º de fevereiro acontece o leilão de gado. A principal procissão da festa acontece no dia 2 de fevereiro, último dia da festa, com a imagem de Santa Maria Madalena percorrendo as ruas de União dos Palmares. Todos os anos mais de dez mil pessoas acompanham essa caminhada.

Veja Mais

Deixe um comentário