PM alagoana: da Guerra do Paraguai à caatinga nordestina

Fundada em 1832, a Polícia Militar de Alagoas completa 174 anos no dia 3 de fevereiro com extensa folha de serviços prestados ao Estado – e ao País; a PM alagoana brigou na Guerra do Paraguai.

Dos chacos paraguaios à caatinga nordestina, na guerra contra o cangaço que imperou no Nordeste até julho de 1938, a PM alagoana marcou a história com atos de bravuras. A tropa que seguiu para o Paraguai juntou-se ao Batalhão dos Voluntários da Pátria e foi decisiva na vitória dos aliados contra Solano Lopes.

Na época o Paraguai possuía o maior exército e também o mais bem treinado da América do Sul; era uma potência militar.

A PM alagoana é um dos embriões que formaram o exército brasileiro – até então, o Brasil não possuía exército; só a Marinha de Guerra. Os negros e os índios arregimentados pela PM alagoana tiveram atuação destacada; quando a guerra acabou, os “capitães-do-mato” se negaram a perseguir os escravos fujões – os negros, na guerra, tinham sido decisivos; eram fortes e corajosos.

E, como recompensa aos índios Wassus, o imperador Pedro II reconheceu como pertencente à tribo uma extensa área hoje localizada entre os municípios de Fleixeiras e Joaquim Gomes; o reconhecimento era o óbvio, mas serviu para estancar um pouco a ganância dos brancos invasores.

Em 1938, quando o presidente Getúlio Vargas convocou os governadores nordestinos para pedir que dessem cabo ao cangaço, a PM teve a chance de novamente se destacar; foi um oficial alagoano (tenente João Bezerra) que acabou com Lampião e seu bando.

A PM alagoana, no combate aos cangaceiros, incorporou pela primeira vez os chamados “soldados temporários”; e essa foi a exigência para a permanente mobilização da tropa, que tinha a chance de colocar em prática os ensinamentos teóricos sobre estratégia militar.

Aos 174 anos, a PM alagoana tem uma carência de 7 mil homens e opera com dificuldade; mas se mantém fiel ao juramento de servir e à disciplina.

Veja Mais

Cuidado com a dengue!

Com o verão, o receio de outra epidemia da dengue voltou a inquietar a mente de autoridades sanitárias e do...

Deixe um comentário

Vídeos