ARSAL muda data de campanha educativa para usuários do transporte intermunicipal

ARSAL muda data de campanha educativa para usuários do transporte intermunicipal

A partir desta segunda, dia 30 de janeiro, até quarta, 1º de fevereiro, a ARSAL – Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Alagoas, inicia a campanha educativa “Agora tá legal!”, com o objetivo de conscientizar os usuários do transporte intermunicipal convencional (ônibus) e complementar (vans), sobre seus direitos e deveres, e divulgar o número gratuito da ARSAL (0800-284-0429) para que a população possa dar sugestões, tirar dúvidas e registrar reclamações.

Além da distribuição de panfletos nas estradas, cartazes da campanha serão fixados em pontos estratégicos, como ônibus, rodoviárias e pontos de parada, e serão veiculadas inserções em rádios da capital e do interior. Por motivos operacionais a distribuição dos panfletos, que começaria amanhã, começará apenas na segunda (30).

Distribuição

Durante essa primeira etapa da campanha serão distribuídos panfletos para os motoristas e passageiros que circularem nos pontos onde existe a fiscalização da ARSAL, no Pólo (litoral Sul), Asplana (litoral Norte), em Arapiraca, na BR 316 (acesso Satuba), e BR 104 (acesso Messias).

Na terça, 31, e quarta, 1, das 08 às 12h, promotores farão a panfletagem no Pólo e na Asplana. Nas Brs 316 e 104, a distribuição acontece na segunda, 30, e terça, também das 8 às 12h.Em Arapiraca os panfletos serão distribuídos na segunda-feira, durante todo o dia (das 8 às 18h). Inicialmente serão distribuídos cerca de 25 mil panfletos. Depois dessa primeira ação, a campanha prossegue durante o mês de fevereiro com novas distribuições.

Fiscalização

Nos panfletos, consta uma explicação sobre o papel da ARSAL como fiscalizadora dos concessionários do Sistema de Transporte Intermunicipal de Alagoas, exercendo funções como regularizar as pendências entre os cidadãos e os prestadores de serviços públicos, no caso específico, os transportadores.

Álvaro Otávio Machado, diretor geral da ARSAL, explica que desde o ano de 2001 a ARSAL tornou possível que o transporte convencional e o complementar operassem em conjunto. O diretor enfatiza que “para que o sistema funcione cada dia melhor, é fundamental a colaboração dos usuários, motoristas, concessionárias e da sociedade como um todo, para sugerir, reclamar, denunciar e tirar dúvidas a respeito do transporte intermunicipal de passageiros”.

Fonte: Com assessoria

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *