Goiana volta ao programa Survivor e tenta superar rótulo de vilã: ‘Foi difícil’

Abi-Maria foi escolhida pelo público para a nova edição do reality americano. Temporada foi gravada no Camboja e estreia quarta-feira: 'Está incrível'.

Goiana Abi-Maria participa pela segunda vez de reality americano (Foto: Arquivo pessoal/ Abi Maria)
Goiana Abi-Maria participa pela segunda vez de reality americano (Foto: Arquivo pessoal/ Abi Maria)

A empresária goiana Abi-Maria Souza Gomes, de 35 anos, está de volta ao reality americano “Survivor”, que teve a versão brasileira chamada de “No Limite”. Participante da temporada de 2012, ela foi escolhida pelo público para integrar mais uma edição, que será exibida a partir de quarta-feira (23). Desta vez, o objetivo foi jogar diferente e superar o estigma de vilã. “Foi muito difícil, mas o programa está incrível”, dise em entrevista ao G1.

Goiana de “pé rachado”, a loira de olhos claros mora desde 1999 nos Estados Unidos. Ela conta que se surpreendeu ao ser escolhida para integrar o elenco da 31ª temporada do reality, rodado no Camboja.

“Fiquei me sentindo muito especial. Não tinha a mínima ideia que a América ia votar para alguém que era estrangeiro”, afirma Abi-Maria.

O desafio ocorreu entre 20 de maio e 10 de julho. Diferentemente do que aconteceu na 25ª edição do Survivor, nas Filipinas, ela não se machucou. Na competição de 2012, ela rompeu o tendão do joelho direito no primeiro dia e, mesmo assim, continuou na disputa, terminando em 5ª lugar.

Mudança no jogo
Abi-Maria ressalta que é difícil controlar as emoções e, por isso, se tornou a vilã da primeira edição que participou: “Fiz muitas loucuras. Acho que qualquer pessoa que tenha personalidade forte no jogo acaba sendo vilã”, analisa.

Para o desafio no Camboja, ela usou uma estratégia diferente. “Tentei controlar as minhas emoções, o meu jogo. Pelo fato de eu ter sido uma vilã nas Filipinas, já fui com estigma. [Os jogadores] já tinham pensamento formado a meu respeito”, disse.

Apesar de não poder revelar a posição que ficou, Abi-Maria adianta que está orgulhosa do resultado: “Fui muito guerreira mesmo”. Ela acredita que o público vai se envolver com o jogo.

Para a goiana, ela vai passar uma mensagem positiva para o público. “Quero que as pessoas acreditem que, se cometeu um erro na vida, sempre há uma segunda chance, uma oportunidade de crescimento. A vida caminha para frente para a gente poder arrumar os erros do passado e tentar fazer melhor e crescer”, diz Abi-Maria.

Empresária
Atualmente, a goiana mora em Los Angeles. A empresária vive junto com o namorado, o modelo Pete Yurkowski. Ela o conheceu durante o reality nas Filipinas e, desde então, estão juntos.

Abi-Maria é dona da marca Xí-Açaí, uma bebida alcoólica feita com rum e açaí, com baixo teor calórico. Ela procura investidores para expandir o negócio. Além da empresa, Abi também trabalha como corretora de imóveis nos EUA.

Morando há mais de 15 anos fora do Brasil, ela não descarta voltar a morar no país. “Não teria nenhum problema, mas depende do meu namorado porque ele não fala nem português”, pondera.

Abi-Maria e os demais participantes da competição no Camboja (Foto: Divulgação/ CBS)
Abi-Maria e os demais participantes da competição no Camboja (Foto: Divulgação/ CBS)
Goiana Abi-Maria é dona da marca de bebida Xí-Açaí (Foto: Arquivo pessoal/ Abi-Maria)
Goiana Abi-Maria é dona da marca de bebida Xí-Açaí (Foto: Arquivo pessoal/ Abi-Maria)
Fonte: G1

Veja Mais

Nego Di é preso por golpe que causou prejuízo de R$ 5 milhões a clientes

Influenciador foi alvo de operação do Ministério Público na sexta (12), mas prisão aconteceu por outra investigação, sobre empresa de propriedade dele que vendeu, mas não entregou, produtos em 2022. Pelo menos 370 clientes foram vítimas de estelionato, número que pode ser maior, de acordo com a Polícia.

Deixe um comentário

Vídeos