Cultura


Messias recebe exibições gratuitas do Cine Sesi Cultural

O projeto Cine Sesi Cultural está completando uma década e percorrerá, nesta edição, 16 municípios do interior alagoano levando longas e curtas-metragens em exibições abertas para a população.
O Cine Sesi Cultural está completando dez anos de estrada levando a sétima arte para cidades do interior do Brasil que não possuem salas de cinema ou cujas salas encontram-se desativadas.

Em Alagoas, o projeto chega a sua sétima edição, que prossegue neste final de semana, de 12 a 14 de julho, no município de Messias, com sessões gratuitas na Praça de Eventos. Nesta edição, 16 municípios alagoanos serão contemplados pelo projeto. Na programação, serão projetados três curtas nacionais e três longas-metragens, sendo dois brasileiros e uma produção internacional com cópia cedida especialmente para o projeto pela Disney (Enrolados), com exibições começando sempre às 18h30. O Cine Sesi Cultural é realizado pelo SESI e idealizado pela diretora de criação da Aliança Comunicação e Cultura, Lina Rosa Vieira.

Esta sétima edição do Cine Sesi Cultural iniciou em 15 de março, e já esteve em Arapiraca, Poço das Trincheiras, Canapi, Senador Rui Palmeira, Lagoa da Canoa, Feira Grande, Traipu, Porto Real do Colégio, Junqueiro, Limoeiro de Anadia, Taquarana, Boca da Mata, Atalaia e Capela. E a próxima cidade que receberá o projeto será Passo de Camaragibe.

O Cine Sesi é uma espécie de “cinema de guerrilha”, sendo um projeto vanguardista na iniciativa de levar projeções cinematográficas a lugares que não possuem salas de cinema em funcionamento. Algumas cidades por onde o projeto passou tiveram suas salas de cinema reativadas, como o município alagoano de Quebrangulo, terra natal de Graciliano Ramos e das cidades de Pirapora (MG), Salgueiro (PE), Triunfo (PE) e Garanhuns (PE). Entre 2002, quando foi criado, até hoje, o projeto já passou por 603 cidades do interior – algumas dessas cidades mais de uma vez – de 11 estados do País, atingindo um público de mais de quatro milhões de pessoas.

Os filmes são exibidos ao ar livre em área cedida ao Sesi, em acordo com a prefeitura local. Como cinema combina com pipoca, serão distribuídos sacos de pipoca para o público. “Ao proporcionar a experiência cinematográfica dentro da comunidade, o Cine Sesi comprova que há espaço para a inserção de equipamentos que tornem as exibições periódicas.

O projeto tem como intenção ainda proporcionar ao interior do País, que tanto inspira as produções de cinema nacional, a possibilidade de se enxergar na grande tela, num belo espelho de culturas, cenários, histórias e personagens semelhantes ao povo do lugar; além de abrir a possibilidade para uma viagem inusitada diante de outras experiências e lugares”, reflete Lina Rosa, idealizadora do projeto e diretora de criação da Aliança Comunicação e Cultura.

Em cada um dos três dias de exibição serão apresentados um curta e um longa-metragem. Em Messias, na sexta-feira, o público confere o curta-metragem Tyger (SP) e o longa Eu e meu guarda-chuva (SP); no sábado, o curta O que lembro, tenho (AL) e o longa-metragem O Palhaço (SP) e no domingo, o curta de animação Vida Maria (CE) e o longa Enrolados (EUA).

QUALIDADE TÉCNICA

Os filmes são exibidos em projetor de 35mm. O som possui três vias de dois mil watts e projetor Hi-Light Xenon de dois mil watts, além de cinemascope, o que permite boa visualização e audição a uma distância de até 25 metros. Tudo isso garante o elevado padrão de qualidade técnica e de conteúdo das projeções.

CRITÉRIOS DA CURADORIA

A escolha dos longas é pautada pelas seguintes exigências: filmes com bom padrão de qualidade técnica e de conteúdo, tendo a sexta-feira como espaço para a comédia, o sábado voltado para a reflexão e o domingo para o encontro da família; além de filmes que ainda não foram exibidos em canais de TV abertos; filmes que fazem parte da produção de cinema nacional prioritariamente ou que valorizem profissionais brasileiros e filmes que caibam na indicação de todas as idades (levando em consideração o fato de as exibições serem ao ar livre).

SERVIÇO
Sétima edição Cine Sesi Cultural em Alagoas
Onde: Messias. Na Praça de Eventos
Quando: dias 12, 13 e 14 de julho.
Horário: a partir das 18h30
Entrada gratuita

PROGRAMAÇÃO

SEXTA-FEIRA (a partir das 18h30) – Curta-metragem Tyger (SP). Longa-metragem Eu e meu guarda-chuva (SP).
SÁBADO (a partir das 18h30) – Curta-metragem O que lembro, tenho (AL). Longa-metragem O Palhaço (SP).
DOMINGO (a partir das 18h30) – Curta-metragem de animação Vida Maria (CE). Longa-metragem Enrolados (EUA).

SINOPSES
CURTAS
Tyger – Um enorme tigre aparece misteriosamente numa grande cidade. Ele vai revelar a realidade escondida numa noite que poderia ter sido como qualquer outra.
Ficha técnica
Gênero: Animação
Duração: 5’
Classificação: Livre
Produção: Anna Angelica Olivares, Trattoria Digital Produções Ltda.
Fotografia: Pierre de Kerchove
Roteiro: Andrezza Valentin, Guilherme Marcondes
Edição: Guilherme Marcondes
Animação: Luciana Eguti, Paulo Muppet

O que lembro, tenho – A idosa Maria (Anita das Neves) vive num apartamento de classe-média aos cuidados da filha Joana (Ivana Iza). Os sintomas de demência senil transportam Maria no espaço e no tempo, obrigando-a a reviver episódios de sua vida no interior alagoano. Enquanto a mãe é tomada por uma regressão gradativa, Joana assiste impotente a seu distanciamento.
Ficha técnica
Gênero: Drama
Duração: 19’
Classificação: livre
Roteiro e direção: Rafhael Barbosa
Produção: Nina Magalhães e Nataska Conrado
Direção de fotografia: Michel Rios
Trilha sonora original: Nando Magalhães

Vida Maria – Maria José, uma menina de 5 anos de idade, é levada a largar os estudos para trabalhar. Enquanto trabalha, ela cresce, casa, tem filhos, envelhece.
Ficha Técnica:
Gênero: Animação
Diretor: Márcio Ramos
Ano: 2006
Duração: 9 min
Cor: Colorido

LONGAS
Eu e Meu Guarda-Chuva – Na última noite de férias, três amigos – Eugênio, sempre unido ao guarda-chuva herdado do avô, Frida e Cebola – embarcam em uma aventura mágica ao visitar sua nova escola. Um barão, que deveria permanecer em um antigo quadro na parede, ganha vida e comprova sua fama de “terror dos alunos”. Salas e corredores viram o palco de uma fuga repleta de ação que leva a viagens a lugares desconhecidos e ao encontro com personagens inusitados e divertidos.
Gênero: Aventura e Fantasia
Diretor: Toni Vanzolini
Ano: 2010
Duração: 85 min
Cor: Colorido

O Palhaço – Benjamim (Selton Mello) trabalha no Circo Esperança junto com seu pai Valdemar (Paulo José). Juntos, eles formam a dupla de palhaços Pangaré & Puro Sangue e fazem a alegria da plateia. Mas a vida anda sem graça para Benjamin, que passa por uma crise existencial e assim, volta e meia, pensa em abandonar Lola (Giselle Mota), a mulher que cospe fogo, os irmãos Lorotta (Álamo Facó e Hossen Minussi), Dona Zaira (Teuda Bara) e o resto dos amigos da trupe. Seu pai e amigos lamentam o que está acontecendo com o companheiro, mas entendem que ele precisa encontrar seu caminho, a sua identidade. Quando chega a hora da partida, a tristeza visita os amigos da diversão e de concreto mesmo, só a certeza de que o mundo dá voltas, redondo com o picadeiro.
Ficha Técnica
Diretor: Selton Mello
Elenco: Selton Mello, Paulo José, Giselle Indrid, Larissa Manoela, Teuda Bara, Erom Cordeiro, Cadu Fávero, Maíra Chasseraux, Thogun, Hossen Minussi, Alamo Facó, Tony Tonelada, Bruna Chiaradia, Renato Macedo
Roteiro: Selton Mello, Marcelo Vindicatto
Duração: 90 min.
Ano: 2011
Gênero: Comédia
Cor: Colorido
Classificação: 10 anos

Enrolados – Uma história muito divertida e que nunca fora contada corretamente. Quando Flynn Rider, o bandido mais procurado e encantador do reino, então ele se esconde em uma misteriosa torre, e acaba sendo feito refém por Rapunzel, uma bela e esperta adolescente com 21 metros de cabelo., e acabam se tornando uma bela dupla, A dupla improvável parte em uma fuga repleta de ação e muita diversão ao lado de um cavalo policial, um camaleão super protetor e um bando de criminosos beberrões. O filme Enrolados vai contar uma história de aventura cheia de romance, humor e muito cabelo.

Ficha Técnica
Ano de Lançamento: 2010
DIRETOR: Nathan Greno | Byron Howard
Roteiro: Dan Fogelman (escritor) | Jacob Grimm (conto)
Categoria: Animação | Comédia | Família | Musical
Origem: EUA
Duração: 100 minutos

Fonte: Ascom/Sesi

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>