Vigilantes decretam greve e interrompem atividades no Porto

Alagoas 24 HorasAlagoas 24 Horas

Os cerca de 150 vigilantes que prestam serviços a empresas de segurança patrimonial no Porto de Maceió deflagraram uma greve geral na manhã desta segunda-feira, dia 2. Como os caminhões que entram e saem do Porto precisam ser vistoriados, as atividades do Porto estão prejudicadas e os caminhão estão perfilados do lado de fora do terminal de cargas.

De acordo com José Cícero Ferreira, a greve foi decidida em assembleia geral na última quinta-feira e deve atingir, ainda, as agências bancárias da capital. A categoria exige reajuste salarial da ordem de 15%, reajuste de 30% no ticket alimentação, além de plano de saúde para a categoria. Ainda segundo Ferreira, os vigilantes de Alagoas recebem apenas um salário mínimo para realizar as suas funções.

Como consequência da paralisação, o trânsito já se encontra lento no entorno do Porto de Maceió, em Jaraguá. Não há registro de agentes de trânsito no local.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *