Polícia

Três seqüestradores capturados durante operação policial

Três, dos cinco integrantes da quadrilha que seqüestrou o autônomo Hélio Alves de Oliveira, 47, na última sexta-feira, foram capturados pela Polícia na tarde de hoje. Djair José Salustiano, 25 anos, um indivíduo conhecido como Carlinhos e uma mulher - esposa de um dos envolvidos que fazia alimentação da vítima – cujo nome ainda não foi divulgado, foram pegos durante operação policial iniciada após a descoberta do cativeiro.

Vítima de seqüestro é encontrada em cativeiro

O autônomo Hélio Alves de Oliveira, 47, foi encontrado, agora há pouco, pela polícia em um cativeiro localizado num canavial próximo ao Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares. Neste momento, a vítima está na Unidade de Emergência Armando Lages.

Amanhã, os carros serão vistoriados para serem entregues aos proprietários

Polícia encontra dois carros roubados no Tabuleiro

Uma operação realizada pelo Tigre e pela Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos encontrou, nesta tarde, dois carros utilitários em uma casa do conjunto Eustáquio Gomes, do Tabuleiro do Martins. Os carros são roubados e a polícia já tem suspeitos da quadrilha.

Loja de jogos é assaltada no Jacintinho

Agora há pouco, dois homens armados assaltaram a loja de jogos, Coringão da Sorte, localizada na rua Cleto Campelo, no bairro do Jacintinho. Os assaltantes fugiram a pé, levando cerca de 60 reais, documentos dos funcionários e o celular do segurança.

João Marcelo afirma não pertencer ao PCC

Polícia Civil apresenta membro do PCC preso em Alagoas

A Polícia Civil de Alagoas apresentou - na manhã de hoje – o membro do Primeiro Comando da Capital (PCC), preso no município de Santana do Mundaú. O preso João Marcelo da Silva é acusado de ser um dos chefes do comando operacional do PCC que matou vários PMs em São Paulo e arquitetou uma tentativa de fuga no presídio de segurança máxima Presidente Bernardes.

Alunos são flagrados com celular nos sapatos em vestibular no Rio

Dos quatro estudantes presos, apenas Renata negou que pretendia fraudar o exame. Segundo Ferreira, ela confessou que foi abordada pela quadrilha, mas alegou que havia desistido do plano. A polícia encontrou um celular e uma caneta para anotar o gabarito em seus sapatos. Todos foram indiciados por estelionato e, se condenados, poderão pegar até cinco anos de prisão.

Guarda Municipal e PM tentam conter população

Tumulto nas inscrições para o Bolsa Família no Vale do Reginaldo

“São três mil fichas, para mais de seis mil pessoas. É claro que daria confusão”, explicou um dos PMs, acionado de forma urgente - na manhã de hoje – para conter conflitos, que se formaram no Vale do Reginaldo, devido às inscrições para o Bolsa Família. O recadastramento teve início no dia 6 de outubro e é promovido pela Prefeitura Municipal de Maceió.