PC pede a prisão de suspeitos de queimar comerciante vivo

Arquivo Pessoal

Valdir Leite

O delegado Guilherme Pires de Carvalho, titular da Delegacia de Coruripe, representou pela prisão de dois suspeitos de queimar vivo o comerciante Valcir Leite Tenório, de 37 anos, que posteriormente veio a óbito. O crime ocorreu em 20 de agosto, quando o comerciante se deslocava de Feliz Deserto para Coruripe.

Valcir foi encontrado na localidade conhecida como Bonsucesso, no Povoado Pindorama, em Coruripe, cidade do litoral sul do Estado. A vítima havia sido esfaqueada, espancada e queimada pelos criminosos e fingiu estar morto para sobreviver. O comerciante foi encaminhado ao Hospital Geral do Estado, onde morreu dois dias depois devido a complicações dos ferimentos.

O delegado pediu a prisão de Willames França da Silva e Allan Chrystian da Silva, após a própria vítima colaborar com as investigações, apontando os seus assassinos. A motivação para o crime seria uma dívida que Allan tinha com Valcir. Ambos são considerados foragidos.

Relembre o caso

Comerciante é esfaqueado e finge estar morto para não ser assassinado

HGE confirma morte de comerciante esfaqueado e queimado em Coruripe

 

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *