Acusado de matar vizinha com mais de 10 facadas vai a Júri Popular

O réu Josué Fonseca de Souza, acusado de assassinar Geni Marques dos Santos, será levado a Júri Popular. A determinação é do juiz Lisandro Suassuna, da 3ª Vara Criminal de União dos Palmares, e a sentença de pronúncia foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico desta segunda-feira, 23.

Segundo os autos, a dona de casa Geni Marques dos Santos, 48, foi morta a facadas pelo vizinho Josué Fonseca na cidade de Santana do Mundaú em março de 2015. Eles tinham uma rixa antiga. O conflito teria iniciado após um cachorro urinar no quintal da mulher. Ela teria enxotado o cão e Josué não gostou passando a xingar a vizinha.

Com o passar dos anos, eles tiveram outras discussões e brigas. No dia do crime, Geni e Josué tiveram uma nova briga e a mulher foi golpeada pelo menos dez vezes.   Ela chegou a ser levada a um hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos e entrou em óbito.

De acordo com o juiz, os indícios apontam que Josué foi o autor do crime. “No que concerne aos indícios de autoria, vê-se também que se encontram presentes, haja vista o próprio acusado confirmar, na fase de investigação, ter sido ele o autor da ação que levou a vítima a óbito. Além disso, há relatos testemunhais que apontam o acusado como autor do fato delituoso aqui tratado”.

O juiz explicou que, havendo indícios suficientes de autoria, o acusado deve ser submetido ao Tribunal do Júri, órgão competente para julgar crimes dolosos contra a vida. Josué Fonseca de Souza está, atualmente, em local incerto e não sabido. Ele deverá ser julgado por homicídio duplamente qualificado. A data do júri ainda será definida.

Matéria referente ao processo nº 0700451-57.2015.8.02.0056

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *