Willian diz que permanência no Chelsea é “difícil” e descarta futebol brasileiro como possível destino

Lucas Figueiredo / CBF

Brasileiro com mais jogos pelo Chelsea na história, Willian encerra o seu contrato com o clube londrino já no próximo mês de junho e não tem permanência garantida. Ao menos foi o que garantiu o meia, em entrevista exclusiva ao Expediente Futebol desta quarta-feira (1º de abril).

E de acordo com o jogador de 31 anos, por enquanto a sua permanência no Stamford Bridge parece difícil. Isso porque na última vez que conversou sobre uma possível renovação de contrato com a diretoria dos Blues, o que foi oferecido não agradou.

“Realmente uma história bem bonita que construí nesse clube, tenho um carinho muito especial pelos torcedores, pelas pessoas que trabalham lá e me identifiquei bastante. Todos sabem que o meu contrato acaba agora em alguns meses, então realmente a renovação é uma coisa difícil de acontecer, creio que vai ser muito difícil de eu renovar porque o Chelsea me ofereceu dois anos, eu pedi três e acabou por aí, não conversamos mais, não negociamos mais. Três anos o Chelsea falou que seria impossível, então por enquanto tem essa dificuldade de renovação, mas nada é impossível”, começou dizendo o jogador.

“Não sabemos o que pode acontecer, de repente fazemos um acordo e nos acertamos. Mas o que eu posso dizer, hoje, é que o meu contrato acaba e eu vou estar livre para negociar com qualquer time”, prosseguiu.

Questionado se haveria a possibilidade de, de repente, optar por retonar ao futebol brasileiro, Willian descartou e deixou claro: acredita que ainda tem mercado na Europa e pode continuar atuando em alto nível.

“Por enquanto não penso em voltar para o Brasil, meu objetivo é continuar na Europa. Creio que ainda tenho mercado aqui, continuar jogando em alto nível por mais alguns anos, então meu objetivo é permanecer na Europa”, disse o meia.

Nos últimos meses, por conta da proximidade do fim do seu contrato com os Blues, o jogador vem tendo o seu nome vinculado à outros gigantes europeus. Entre eles Barcelona e Juventus. Willian deixou claro, entretanto, que ainda não recebeu nenhuma proposta oficial de qualquer outra equipe.

“Realmente nos últimos meses isso tem acontecido, muitas especulações. Realmente de concreto, nada. A única negociação que tive foi mesmo com o Chelsea. A única proposta que o Barcelona me fez foi em 2018, depois da Copa do Mundo. Naquele ano o Chelsea não aceitou, não quis me vender. São só especulações, não tem nada concreto. Muitas vezes é mais especulação”, esclareceu o jogador, que por último, apontou o Corinthians como um dos seus possíveis destinos, caso ele opte por encerrar a sua carreira no Brasil.

“Eu, sinceramente, não sei dizer se volto para o Brasil e encerro a minha carreira aqui, ou encerro na Europa ou em outro lugar. Mas se realmente acontecer de eu voltar para o Brasil, o Corinthians seria um clube legal para encerrar, para jogar, foi o clube onde fui revelado, tenho um carinho especial. Sou profissional, não descarto nenhum outro clube, mas mais pelo Corinthians, que tenho um carinho especial. Seria mais por esse lado”, completou.

Fonte: FOX Sports

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *