Teotonio está na lista dos indicados para a comissão do mensalão

Faltam apenas dois nomes – um do Senado, a ser indicado pelo PMDB, e um da Câmara, pelo PSB – para completar a lista de 36 integrantes da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que investigará a suposta compra de votos de parlamentares neste e no governo anterior, a chamada CPI do Mensalão.

A instalação da comissão está marcada para as 11h de hoje, em sessão do Congresso Nacional convocada pelo presidente Renan Calheiros (PMDB-AL). O prazo para indicação dos membros da CPI, que terminaria às 16h, foi prorrogado até o horário da sessão do Congresso amanhã.

Calheiros reafirmou que, se os líderes de alguns partidos não indicarem membros, ele mesmo o fará. A CPI foi proposta pelo PPS, PV e PDT e vai investigar denúncias sobre o suposto pagamento de propinas a parlamentares em troca de apoio ao governo federal em votações no Congresso.

Após a leitura da composição da CPI no plenário do Congresso Nacional, a comissão será oficialmente instalada com a eleição do presidente e do vice-presidente, além da escolha do relator.

Confira a lista dos titulares da Câmara já indicados para integrar a CPI do Mensalão:

PT: Odair Cunha (MG), Paulo Pimenta (RS) e Professor Luizinho (SP);
PMDB: Mauro Lopes (MG), Zé Gerardo (CE) e João Correia (AC);
Bloco PFL/Prona: José Rocha (BA) e Moroni Torgan (CE);
PSDB: Júlio Redecker (RS) e Zulaiê Cobra (SP);
PP: Agnaldo Muniz (RO) e Ibrahim Abi-Ackel (MG);
PTB: Luiz Antonio Fleury (SP) e Arnaldo Faria de Sá (SP);
PL: José Carlos Araújo (BA);
PCdoB: Daniel Almeida (BA);
PPS: Raul Jungmann (PE).

Do Senado, os titulares serão:
PTB: Sérgio Zambiasi (RS);
PDT: Augusto Botelho (RR);
PP: Valmir Amaral (DF);
Bloco PT/PSB/PL: Sibá Machado(AC), Ana Júlia Carepa (PA), Serys Slhessarenko (MT) e Fátima Cleide (RO);
PMDB: Romero Jucá (RR), João Batista Motta (ES), Amir Lando (RO), Wellington Salgado (MG) e um quinto nome a ser indicado;
Bloco PFL/PSDB: José Jorge (PE), Romeu Tuma (SP), Jorge Bornhausen (SC), Almeida Lima (SE), Leonel Pavan (SC) e Teotonio Vilela Filho (AL).

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *