Programa de Compensação inicia visitas às casas do Bom Parto em fevereiro e do Pinheiro em março

Algo Mais

As visitas dos técnicos sociais da Braskem às casas na Encosta do Mutange e na Encosta do Jardim Alagoas já foram iniciadas e devem durar cerca de três semanas. Além da identificação das casas, os técnicos sociais começam amanhã a pesquisa familiar, que entendem como é cada família. Essas regiões de encosta formam a Zona A do mapa de desocupação de áreas de risco definida no acordo entre as Defensorias Públicas do Estado e da União, Ministérios Públicos Federal e do Estado e a Braskem.

Os imóveis da Zona B, localizados no Bom Parto, receberão a visita dos técnicos a partir do dia 8 de fevereiro. São 62 casas no bairro que foram identificadas como de risco pela Defesa Civil, e deverão ser desocupadas. A Zona C, que inclui áreas adjacentes à Área de Resguardo em torno dos poços de sal, começa a receber as visitas dos técnicos sociais no dia 10 de fevereiro.

Zona D, que inclui principalmente imóveis no Pinheiro, e também em Bebedouro, áreas identificados pela cor verde cítrica nos mapas de risco da Defesa Civil divulgado em junho de 2019, serão visitados pelos técnicos da Braskem a partir do dia 2 de março.

Há um cronograma de agendamento para dar entrada ao Programa de Compensação Financeira e Apoio à Realocação da Braskem. As datas para as Encostas serão informadas para os moradores pela equipe de campo. Para mais informações, acesse braskem.com/alagoas.

Confira o cronograma de visitas dos técnicos sociais:

Áreas Localização Início Visita Técnicos Sociais
Zona A Encosta do Mutange e do Jardim Alagoas 20 de janeiro
Zona B Bom Parto (62 casas identificadas pela Defesa Civil) 08 de fevereiro
Zona C Áreas adjacentes à Área de Resguardo que foram incorporadas no acordo 10 de fevereiro
Zona D Demais áreas de criticidade 00 02 de março
Fonte: Algo Mais

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *